luz e sombra na arquitetura
LIGHT AND SHADOW IN ARCHITECTURE
ombre et lumière dans l'architecture

5 de out de 2011

vidro 1

 























Sagrada Família (Templo Expiatório da Sagrada Família): Barcelona, Espanha, por Antoni Gaudi
SAGRADA FAMILIA (EXPIATORY CHURCH OF THE HOLY FAMILY): BARCELONA, SPAIN, BY ANTONI GAUDÍ  
Sagrada Familia (Temple Expiatoire de la Sainte Famille): Barcelone, Espagne, par Antoni Gaudí

Iniciando a série sobre as diversas maneiras de utilizar o vidro, esta imagem mostra os vitrais coloridos e abstratos da Sagrada Família.
Em outubro de 1883 Gaudí aceita a encomenda de continuar o trabalho iniciado por Francisco de Paula del Villar, que o havia passado a Joan Martorell. Por volta de 1910, Gaudí deixa Barcelona para repousar. Ao voltar, passa a viver no escritório-ateliê do templo, dedicando-se à preparação de esboços e modelos de gesso e à procura de patrocínios para prosseguir as obras.
Esta obra representa a síntese do trabalho de Gaudí e sua estética arquitetônica. Ela não parou de evoluir até a morte do arquiteto, em 1926. Até então Gaudí havia realizado o desenho da Fachada da Natividade, os desenhos da Capela  da Assunção da Virgem, as sacristias, novas janelas, a estrutura das abóbadas e o estudo das colunas.
A parte construída mais importante é o Portal da Natividade. O projeto possui doze torres, simbolizando os doze apóstolos, porém só há quatro construídas. A face interna mostra uma pureza de linhas e uma composição absolutamente simétrica, características raramente utilizadas por Gaudí. Apresenta cenas do nascimento de Jesus Cristo, o que é encontrado em todas as igrejas cristãs, com o nome de Via Sacra.
Durante o dia a luz atravessa os numerosos hiperbolóides da cobertura, caindo como pingos por toda parte. À noite, o templo é iluminado por lâmpadas que imitam uma constelação. Para Gaudí, é a luz que faz o papel de ligação Homem-Deus. Seu efeito faz com que as pessoas se elevem em grandes idéias.
O modelo das colunas da Sagrada Família é conhecido como modelo arborescente. Os apoios inclinados, dos quais saem apoios menores, e o grande número de hiperbolóides da cobertura, formam uma estrutura semelhante a uma árvore, onde o tronco sustenta os galhos e estes as folhas.
Atualmente, a construção da Sagrada Família avança, seguindo os modelos deixados por Gaudí e utilizando as inovações técnicas que têm surgido.

Referências bibliográficas:  
GÜELL, Xavier. Antoni Gaudí. São Paulo, Martins Fontes, 1994 (trad. Eduardo Brandão).
REYNOLDS, Donald. A Arte do Século XIX. São Paulo, Círculo do Livro (trad. Álvaro Cabral).

Nenhum comentário:

Postar um comentário